Campanha de Prevenção e Combate à Dengue

Campanha de Prevenção e Combate à Dengue

Saúde

03 MAR 2021

A prevenção tem sido a única forma de combate para evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

Ontem (02), a equipe da Vigilância Sanitária, saiu nas vias públicas e comércios da cidade realizando orientações a população quanto aos cuidados de prevenção e combate ao mosquito.

Em tempos de prevenção ao Coronavírus, a população não pode esquecer que em época de chuva, o mosquito transmissor da dengue, zika, chinkungunya e febre amarela, tem uma maior proliferação. A Secretaria de Saúde, pede que a população, além de se proteger contra o Coronavírus, também colabore no combate aos focos do mosquito.

Medidas estão sendo tomadas para conter a proliferação do mosquito, hoje a Secretaria conta com uma equipe que visita periodicamente os bairros do município. A maior parte dos focos do mosquito está nos domicílios, por isso a equipe da vigilância sanitária orienta a população para que realizem a limpeza da casa e quintal, eliminando possíveis focos.

A Vigilância Sanitária e os agentes de saúde, realizam as visitas casa a casa, com uma ação educativa à população. Também é feita a ação com Pontos estratégicos, visitas preventivas realizadas pelos agentes de controle de vetores nas reciclagens, borracharias, cemitério, ferros velho, veículos abandonados ou outros locais que venham a se tornar porta de entrada e disseminação do mosquito. Nas borracharias quando há presença de pneus inservíveis o proprietário é notificado para providenciar local adequado para descarte.

As visitas preventivas e educativas, também são realizadas pelos agentes de Controle de vetor em áreas onde existam grande circulação de pessoas como escolas, Hospitais, Centro Esportivo para que não haja criadouros, evitando a rápida disseminação da doença.

Caso haja caso, é feito um bloqueio pelos Agentes Comunitários de Saúde em conjunto com os Agentes de Controle de Vetor, na eliminação de criadouros do mosquito Aedes Aegipty entorno da residência do caso com a suspeita da doença, além da Nebulização com objetivo de reduzir o número de mosquitos Aedes Aegypti que possam estar contaminados com o vírus da doença no entorno do caso confirmado.

Denúncias de possíveis focos, são feitas pela população através do setor de protocolo da prefeitura ou da Ouvidoria da saúde pelo número (13) 3844-1153 e posteriormente averiguadas pelos Agentes de Controle de Vetor.

Outras Notícias